GRU AIRPORT – Ampliação do Aeroporto Internacional de São Paulo (TPS3)

A Holanda Engenharia atuou ativamente no controle tecnológico do Concreto empregado no pátio de estacionamento das aeronaves e do terminal de passageiros. Caracterizou e controlou os materiais originados das pedreiras e jazidas e das usinas de BSC, BGTC e CCR. Aferiu e revalidou os traços de concreto empregados no empreendimento, otimizando os consumos e conferindo ganho de desempenho na produção dos concretos convencionais (CCV) e compactados por rolo (CCR). Atuou ainda no controle tecnológico do CBUQ e dos materiais asfálticos, controlando sua aplicação em campo e a liberação das etapas executivas.

O novo Terminal de Passageiros, o TPS3 do GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, entrou em operação no dia 11 de maio. A obra durou 21 meses e custou aproximadamente 2,4 bilhões. O Terminal 3 tem uma área de 192 mil m2 e conta com tecnologia e equipamentos comparáveis aos dos melhores aeroportos do mundo. Nas obras de ampliação do Terminal 3 incluíram ainda a construção de um edifício garagem, sistemas viários e recuperação e ampliação de pistas e pátios. Como dados de quantitativos de materiais, podemos citar que foram necessários 354.331 m³ de concreto, 23 mil toneladas de aço, 2,1 mil ton. de pedra rachão, 468.180 m³ de brita graduada simples – BGS e 105,6 mil toneladas de concreto betuminoso usinado a quente – CBUQ. Todo esses materiais agrupados e aglutinados com um belo projeto de engenharia, conferem ao Aeroporto Internacional de Guarulhos o status de maior obra aeroportuária brasileira dos últimos anos.


Client: OAS


Categories: Projetos Realizados


Share this project